TESES E DISSERTAÇÕES

A pesquisa intitulada, Laços Familiares, Constituição de Sujeitos, Políticas de Educação e Saúde em Espaços Escolares e Sociais, segundo a abordagem de João dos Santos, desenvolvido pela Professora Patrícia Holanda, está integrada num conjunto integrado de pesquisas que procura associar as investigações da LHEC (Linha de História e Educação Comparada), constituída por pesquisadores-orientadores e orientandos do Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira da UFC (Universidade Federal do Ceará) e pesquisadores colaboradores de uma rede interinstitucional em formação.

O referido conjunto é composto por vários subprojectos, que têm como propósito dar continuidade ao trabalho iniciado em 2013 e também ampliar as suas possibilidades de investigação, ao adoptar como temática de estudo, Família, Educação e Sexualidade articulada com a obra de João dos Santos (1913-1987), que tem conduzido ao desenvolvimento das seguintes teses no âmbito do referido Programa de Pós-Graduação:





A DIMENSÃO ESTÉTICA NA PEDAGOGIA TERAPÊUTICA EM JOÃO DOS SANTOS E CECÍLIA MENANO*
Contribuições de Augusto Rodrigues Para a Criação das Escolinhas de Arte no Brasil e Em Portugal

Regiane Rodrigues Araújo

O contexto educacional da sociedade atual mostra o panorama de uma educação pendida para atividades competitivas, situadas em processos meritocráticos que, muitas vezes, faltam com o devido respeito às peculiaridades e limites da criança e da subjetividade dos sujeitos. Em razão disso, a problemática desta pesquisa em foco partiu da indagação inicial: Como a Educação pela Arte em Cecília Menano e Augusto Rodrigues relaciona-se à Pedagogia Terapêutica em João dos Santos? O objetivo geral consistiu em compreender, com base na experiência das Escolinhas de Arte do Brasil e de Portugal, a associação entre a Arte e a Pedagogia Terapêutica proposta e vivida por João dos Santos e Cecília Menano. Para o alcance do objetivo previsto, foi realizada uma investigação de abordagem qualitativa com suporte nas entrevistas, de acordo com Gaskell (2002). Foram aportadas contribuições da História Oral, mediante estudos de Thompson (1992); Alberti (2013); e Jucá (2006, 2003). Quanto à narrativa na pesquisa, reportou-se a Ricoeur (2010) e Bloch (2001); sobre Memória, recorreu-se a Candau (2016); Halbwachs (2003) e Certeau et al (2013), ao se mencionar a importância da análise do cotidiano nas pesquisas. Contou-se, ainda, com o método hemerográfico, fundamentado nos escritos de Seibel (2007), ao lecionar que a pesquisa em jornais dá visibilidade pública aos fatos e fenômenos. O referencial teórico desta análise está alicerçado nos seguintes autores: Herbert Read (1986, 1978, 2007); Fischer (2014); Dewey (2010); Lopes (2015); Santos (1957, 1991, 1993, 2007); Branco (2000, 2010, 2013); Zoladz (1990); Klintowitz (1980); Britto e Palma (2019); Miranda (2009) e outros. A pesquisa trouxe como resultado as seguintes conclusões: Na Pedagogia Terapêutica em João dos Santos, a Arte exerce o papel de propulsora da saúde mental infantil; o trabalho da Cecília Menano ganhou densidade e identidade, mediante a criação da gravura em alto-relevo para cegos com suporte na linguagem do Braille; Augusto Rodrigues influenciou toda uma geração de arte-educadores e educadoras no Brasil e em outros países que tiveram conhecimento acerca da sua vida, obra e trabalho. No tocante ao Movimento Escolinhas de Arte, esta tese exprimiu, por via de dados teóricos e narrativas orais, evidências comprobatórias acerca do pioneirismo do Brasil em relação a Portugal. Das análises críticas e reflexivas do trabalho e da obra de João dos Santos, Cecília Menano e Augusto Rodrigues, extraiu-se a ideia de que a Arte e o Afeto são o lugar de força da criança.

Palavras-chave: Dimensão Estética. Arte. Pedagogia Terapêutica. Memoria Social.

*Tese de Doutoramento defendida em 21 dezembro de 2020.

 


 

AS RELAÇÕES ENTRE COGNIÇÃO E AFETO, ESCOLA E FAMÍLIA NA SOCIABILIDADE E APRENDIZAGEM DE ADOLESCENTES DA ATUALIDADE*
Uma Análise à Luz da Pedagogia Terapêutica de João dos Santos

Maíra Maia de Moura

O presente estudo trata da aprendizagem e sociabilidade de adolescentes cearenses nos dias atuais na família e na escola. Para tanto, analisa conceitos de adolescência, aprendizagem, família, escola e pedagogia terapêutica, por meio de um levantamento bibliográfico selecionado, tendo por base analítica, sobretudo, a Pedagogia Terapêutica ou Psicopedagogia de João dos Santos, que chama atenção para a importância da infância e de uma educação integrada por diversos agentes, que considera responsáveis da educação social de crianças e jovens. Realiza estudo empírico de base qualitativa, junto a um grupo de adolescentes, familiares e educadores, por meio de entrevistas semiestruturadas e análise de conteúdo de falas, de onde são extraídas categorias temáticas que revelam a problemática de aprendizagem e sociabilidade característica da adolescência como fase da vida onde ocorre a definição da identidade social de sujeitos. Apresenta como resultados os dilemas e dificuldades próprios da adolescência nos dias atuais, caracterizada por certa ausência de horizontes de felicidade em face de uma sociedade em que a educação da juventude se dá em descompasso com o futuro desejado, em meio a medos, desejos e frustrações. Demonstra a atualidade e adequação da pedagogia terapêutica desenvolvida por João dos Santos, como pressuposto e suporte conceitual para o entendimento da problemática estudada por revelar procedimentos favoráveis à educação social de crianças e jovens, que têm na ação integrada e solidária da família, escola e sociedade o melhor caminho para uma abordagem pedagógica reparadora.

Palavras-chave: Adolescência. Cognição. Afeto. Escola. Família. Sociabilidade. Aprendizagem.

*Tese de Doutoramento defendida em 25 de junho de 2019.





POR UMA PSICOLOGIA DO AFETO E DA COGNIÇÃO*
A Pedagogia Terapêutica de João dos Santos

Patrícia Helena Carvalho Holanda

O estudo aborda a contribuição inovadora de João dos Santos (1913-1987), psicanalista, pedopsiquiatra e pedagogo português, no campo da educação, ao intercalar psiquiatria, psicanálise, pedagogia e sociologia, com vistas a entender a sua proposta de romper o hiato entre subjetividade e cognição, no que diz respeito ao desenvolvimento humano a partir da infância, na esteira da chamada pedagogia nova. Tal estudo nos inspirou a reunir esforços para a realização desta investigação, voltada para responder à questão: qual a aplicação da abordagem de Santos para solucionar os nossos desafios educacionais? A partir dessa problemática, elaboramos a seguinte tese, base do projeto de pesquisa que deu materialidade a este estudo, o qual caracterizamos, resumidamente, para explicar os pontos de apoio que estruturaram as nossas buscas. As ideias psicopedagógicas de João dos Santos sustentam uma abordagem centrada na criança, pais e escolas, que oferece relevante contribuição para a educação infantil, ao desenvolver a psicologia do afeto, da cognição e da sociabilidade. Por conseguinte, definimos como objetivo da investigação compreender as ideias psicopedagógicas de Santos em relação à problemática da educação familiar e escolar, a partir de um confronto entre passado e presente, com enfoque interdisciplinar calcado na história, psicologia e sociologia educacional, como possibilidade de diálogo entre Portugal e Brasil, sociedades já relacionadas na história moderna e contemporânea. Foi utilizada uma metodologia de natureza qualitativa descritiva, devido sua harmonização com a pesquisa de escopo psicossocial, vinculada com a história educacional e social. A análise documental, relativa a registros históricos do acervo de Santos, como textos datilografados e palestras sobre a sua prática profissional e abordagem, possibilitou a recuperação da memória e história da estruturação da teoria de João dos Santos. A transcrição dos programas de rádio permitiu a ida ao passado e a produção de memórias, a partir dos vestígios auditivos e visuais que podem ser encontrados no presente. Diante do exposto, o propósito de pesquisa foi alcançado de forma muito satisfatória, na medida em que construímos, neste estudo, uma compreensão sobre as ideias psicopedagógicas de João dos Santos, baseadas numa psicologia de afeto e de cognição, que permitem trazer a elaboração teórico-prática e política de João dos Santos para o contexto atual, com valiosas contribuições para o campo da educação de crianças, sobretudo no Brasil, onde a desigualdade e a fragilidade social de crianças carenciadas é cada vez mais gritante e pede políticas de inclusão com suporte psicossocial e terapêutico à altura dos seus desafios. Essas considerações são pontos-chave importantes para o desenvolvimento de pesquisas interventivas, baseadas nas ideias psicopedagógicas de João dos Santos, que percebem a criança como ser ativo, capaz de aprender e de transformar a si e ao mundo que a cerca, influenciada pelas relações significativas com pais e professores.

Palavras-chave: João dos Santos. Pedagogia Terapêutica. Psicologia do Afeto. Psicologia da Cognição.

*Tese de Catedrática/Titular defendida em 25 de junho de 2020. Este trabalho foi apresentado ao Departamento de Fundamentos de Educação da Universidade Federal do Ceara, como requisito para obtenção de Progressão Funcional para Professora Titular/Professora Catedrática da Universidade Federal do Ceará – UFC





© 2013-2021 joaodossantos.net. Todos os Direitos Reservados /All RightsReserved.


  • LIVRARIA

     
     


  • Conversas de rádio com João dos Santos

    Clique numa das seguintes ligações para ouvir a gravação da conversa da rádio com João dos Santos…

     
     

    Menino JesusINSUCESSO ESCOLAR
    A criança não faz outra coisa desde que abre os olhos, ao nascer, se não tentar aprender. (30 minutos).

     

    Menino JesusDEIXEM AS CRIANÇAS ROUBAR
    As creches feitas à pressa, o pessoal escolhido ao acaso para jardins infantis e escolas… os programas e os regulamentos feitos sobre o joelho… são violência, geram violência (31 minutos).

     

    Menino JesusA HISTÓRIA DO MENINO JESUS
    Férias de culpabilidade e de Complexo de Édipo (30 minutos).

     

    Menino JesusO MEU MENINO JESUS
    A psicanálise é a arte de fazer com que as pessoas recuperem a sua infância (27 minutos).

     

    1ÉDIPO
    A triangulação que perpassa a vida do sujeito, a intimidade dos pais e os mistérios da sua união (31 minutos).

     

    meninaO COMPLEXO DE ÉDIPO DAS MENINAS
    Ideias sobre a sexualidade feminina (32 minutos).

     

     

    superegoO MENINO QUE SABIA O QUE ERA O SUPEREGO
    O investimento libidinal nos pais, transforma-se em identificação, possibilitando uma renúncia à satisfação dos seus desejos (25 minutos).

     

    luaO MIÚDO QUE ANDAVA NA LUA
    A relação cognição e afeto na escola (29 minutos).

     

    pincelFAZER FESTINHAS NO PAPEL COM O PINCEL
    Os primeiros desenhos e pinturas das crianças são uma projecção do seu corpo sobre a superfície plástica (30 minutos).

     

    Digital radio iconUMA CRIANÇA EXPRIME-SE NAS SUAS BRINCADEIRAS
    Brincar, regras e limites e as possibilidades de integração no desenvolvimento psíquico da criança (27 minutos).

     
  •  

    Cecília Menano, João dos Santos e Maria Emília Brederode Santos em conversa

    Clique na seguinte ligação para para visualizar este vídeo do Instituto de Tecnologia Educativa – RTP (1975) A Escolinha de Arte de Cecília Menano – com Cecília Menano, João dos Santos e Maria Emília Brederode Santos, que foi muito generosamente disponibilizado pelo Dr Daniel Sasportes (19 minutos). [Clique nesta ligação]

     


  • Programa IFCE no Ar, Radio Universitária

    Entrevista sobre o andamento do curso à distância “Introdução ao Pensamento de João dos Santos”

    Entrevista gravada com a coordenadora do curso “Introdução ao Pensamento de João dos Santos”, Professora Patrícia Holanda da Linha de História da Educação Comparada da UFC (Universidade Federal do Ceará), com o Doutor Luís Grijó dos Santos (filho de João dos Santos), e a coordenadora pedagógica do curso Professora Ana Cláudia Uchôa Araújo da Directoria da Educação à Distancia do IFCE (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará). A entrevista foi realizada pelo jornalista Hugo Bispo do Programa IFCE no Ar em 3 de Novembro de 2016.

    Para ouvir a gravação desta entrevista clique nesta ligação.

     


     

  • © 2013-2019 joaodossantos.net. Todos os Direitos Reservados / All Rights Reserved